.

.

.

.

sábado, 9 de fevereiro de 2013

ALEGRIA MADE IN RIO

A atmosfera está empestiada de hormônios. Maldita testosterona! As mulheres exibem sub-repticiamente as suas vergonhas, mas na hora H com certeza que vão falar de AMOR. As mulheres têm que promover as pazes entre a sua Programação Química e a sua Programação Cultural. Há um prazo para ser feliz. Há muito barulho. Entretanto é bom saber que a ANGÚSTIA não tem medo de barulho. Tenho a impressão que a Angústia é surda.
É Carnaval. Tanta alegria! Como é que o brasileiro é o maior produtor de ALEGRIA E FELICIDADE per capta se também é um dos maiores consumidores de antidepressivos? É o campeão no consumo de RIVOTRIL por exemplo. É mole! Há  uma alegria medicamentosa no ar. É uma felicidade farmacológica e etílica.
É muito samba no pé. E é muito samba na cabeça. Os sambistas de plantão confundem crises de alegria com felicidade. Agora, vão me matar. Estou pronto para morrer, mas a FELICIDADE é uma conquista DEFINITIVA. A minha levou MEIO SÉCULO para ser alcançada e não a encontrei no carnaval. É isso aí minha gente. Oh lé lé lé lé lé lé lé lé ...........Oh lá, lá lá lá..........
A ALEGRIA DO FOLIÃO



CARNAVAL 2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário