.

.

.

.

sexta-feira, 5 de abril de 2013

ÀS ALMAS MAGRAS

Uma alma magra dificilmente vai além de um papo meteorológico. Este planeta é um cortejo deplorável e interminável de almas magras. A falta de profundidade de uma alma magra me dá ânsias de vômito. É um côro de desesperados repetindo frases e frases e frases sem sentido nenhum, puídas pela ação dos séculos. Vejo muita magreza ao meu redor. Sinto-me num BIAFRA metafísico, estou num RUANDA filosófico, moro num Deserto Sináptico com ares de Floresta Amazônica. É deprimente! O Futebol, as Liquidações, as Promoções,  os Produtos da Moda, o Ipod, o Iped, o Iphone, o Net, o Note, o Ultra, os Comportamentos do Momento, ocupam todo o espaço deixado pela auto-cremação dos neurônios. Toda a Alma magra é por excelência FRÍVOLA. Neste meio século NUNCA vi tanta frivolidade quanto agora. As almas magras são capazes de morrer para ter beleza física. E a beleza não pode ser amada; a beleza só pode ser admirada. Que merda! Tanto desperdício de Botox e Silicone pra nem conseguir ser amado(a). Puta que pariu! Tanta Lipoaspiração, tanto Lifting, tanto ceps, tanto Tríceps, tanto sofrimento na puxação de ferro, tanta plástica, tanta academia! Pra quê tudo isso? O que aconteceu a esta espécie desumana? É o culto ao teratológico - seres rabiscados de cabo a rabo, coisas desfiguradas e medonhas! Quero viver para  ver esses tatuados na velhice. Tatuagem também envelhece. O que julgam ser bonito é um violento ataque visual. Quanto trabalho para despertar a libido dos outros e ter a porra de um orgasminho de merda.................É muito mais fácil  ser feliz.
ALMA MAGRA EM CLOSE
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário