.

.

.

.

sábado, 7 de dezembro de 2013

O CONVENTO DA PUTARIA

"Il faut appeler un chat, un chat"
Devemos chamar um gato, gato.( Tradução ao pé da letra.) O equivalente em português é: "É preciso dar nome aos bois."
Ditado francês
Todos sabem que este planetinha se chama CONVENTO DA PUTARIA. Com essa onda ridícula do politicamente correto pretendem que chamemos isto aqui de TEMPLO DA REFLEXÃO SUPERIOR. Não podemos mais chamar as coisas pelo nome que merecem. Nunca vivemos tempos de censura tão insidiosa e abrangente. Querem nos obrigar a viver um "me engana que eu gosto" compulsivo - além dos impostos convencionais, temos agora o advento do IMPOSTO MORAL.
É muito difícil viver esta censura difusa a céu aberto. Tudo é tácito. Ninguém diz nada e todos sabem que quem chamar as coisas pelos seus nomes adequados, está condenado pela sociedade.
A expressão "politicamente correto" é oriunda da "revolução cultural" de Mao Tse Tung. Na época, ser politicamente correto significava estar de acordo com as posturas do partido comunista chinês. Olha só de onde vem essa merda! Os atualizadores dessa expressão são os americanos do norte. Agora essa putada toda se globalizou e estamos nas mãos deles.
Hoje, os hipócritas são recompensados oficialmente pela sociedade e os sinceros, autênticos e espontâneos, penalizados. Que situação!
Tratam-nos como se fôssemos criancinhas que têm que reaprender a falar. Eu já sei falar há mais de meio século, não é agora que vou mudar o meu vocabulário. Não sei se vocês se dão conta do absurdo. Infantilizar para dominar, esse é o lema.
Não queiram ser o que não podemos ser.

Nenhum comentário:

Postar um comentário