.

.

.

.

sexta-feira, 14 de março de 2014

OS PASTORES PATÉTICOS

Se existe um criador, que espetáculo degradante prepararam para se comunicar com ele! Em nome da liberdade de culto, os programas televisivos das igrejas neo-pentecostais são um circo ridículo que não faz minimamente jus ao possível criador do Multiverso. Se existisse um Tribunal Galático, essas igrejas deveriam sofrer  sucessivos processos metafísicos. Iriam à falência por injúria e difamação do nome de um provável deus. Que horror!
Será que o Ministério Público não vê isso? Liberdade de culto, tudo bem, mas extorsão é crime ou não é mais? Será que o artigo 158 do Código Penal Brasileiro não está mais em vigor? Eu devo ter enlouquecido ou loucos são todos os que me cercam.
Por favor, vejam esses programas que invadem as nossas casas nos mais variados horários. Todos sabem que o sofrimento fragiliza. Até aí tudo bem. Aproveitar-se da fragilidade de quem sofre demais para ganhar dinheiro, é crime hediondo na minha modesta opinião.
Essas igrejas que só visam dinheiro e poder, promovem cenas histriônicas dignas do circo dos horrores. Tenho pena de quem sofre e por sofrer tanto é incapaz de raciocinar. Coitados dos espoliados dessas igrejas de espertalhões que enriquecem às custas da desgraça alheia. 
É elementar. Que deus é esse que gosta tanto de dinheiro? Será que o dinheiro já é um valor cósmico? Será que este planetinha de merda já conseguiu influenciar toda a via láctea?
Será que o dólar e o real já são moedas de troca nas relações espirituais intergaláticas? As igrejas neo-pentecostais são a prova mais cabal de que deus não deve existir mesmo. Esses caras dão razão aos ateus. Se a concepção de deus está ligada a toda essa imundice, é melhor ser ateu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário