.

.

.

.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

O ETERNO BICHO BOBO

              ABAIXO A TESTOSTERONA
A ciência ainda não provou, mas irá provar um dia que a testosterona imbeciliza e embrutece. A ciência está nos devendo essa. Com dados fidedignos do meu microcosmos, eu já posso provar que esse hormônio provoca considerável retardo mental.
Os sábios nunca são jovens. Não existe nenhum sábio jovem. Para ser sábio, o indivíduo tem que ter uma produção prudente dessa droga. As mulheres, os seres mais pragmáticos da face da terra, só produzem a testosterona suficiente para ter desejo sexual e para gozar, mais nada e ponto final. Para que servem esses nanogramas todos por decilitro de sangue?( O macho humano pode produzir até 800 nanogramas por decilitro de sangue. Há atletas que produzem mil nanogramas.) Esses nanogramas excessivos só servem para fomentar a estupidez e a violência. 
As mulheres, os seres mais racionais da face da terra, sabem muito bem manipular os tolos, vítimas alegres da testosterona. É um regalo vê-los hipnotizados pelos eflúvios mágicos do estrogênio e do útero. A mulherada se compraz em conduzir os testo-babacas para onde elas querem. Isso é público e notório. E as que vivem tendo ataques sucessivos de gostosura aguda, exercitam um certo  sadismo inconfesso estimulado pelos alegres escravos da testosterona.
Dizem que o amor é ridículo. Isso porque confundem sexo com amor. O amor nunca foi nem será ridículo, ridículo é o que o energúmeno é capaz de fazer por causa do seu miserável impulso sexual. E depois, fica numa de acumular orgasmos. Se ainda tivesse um orgasmo de porco que dura alguns minutos, mas não, por ínfimos segundos, o babacão deita tudo a perder. 
Quem analisa o comportamento masculino com seriedade só pode inferir que o cara está drogado ou seja intoxicado de testosterona. Não é possível ser tão idiota de cara limpa.
Mas a testosterona promove as características masculinas como barba e voz grave. Sim, mas não precisamos de 800 nanogramas para ter barba e voz grossa. É um descalabro tanta testosterona circulando nas veias dos infelizes. A agressividade dita natural dos homens deriva dessa maldita droga endógena. E mais, como toda a droga, a testosterona vicia. Há muito meliante por aí viciado na testo. 
O ser humano sempre presta atenção no que lhe é exterior. Por isso combate apenas as drogas exógenas, cocaína, maconha, etc. Mal sabe que ele mesmo é um grande produtor de droga nefasta. A adolescência é um carro na contramão porque o pobre coitado é obrigado a transportar "gramas" de testosterona. Tá f...... e mal pago pela própria natureza que todo mundo diviniza e também é uma bela merda. Ninguém consegue ter neutralidade suficiente nestes assuntos de caráter sexual para constatar de forma inequívoca que se trata apenas de um engodo da natureza para que a vítima procrie. Só isso.
Se existe um criador, o cara queria mesmo que toda a sua "produção artística" continuasse para sempre. Claro que você tem a recompensinha do orgasmo que não passa de uma prosaica descarga de ocitocina, para assegurar a manutenção de todos os erros essenciais.
Então, caros amigos, sábio era o Nelson Rodrigues que ao ser perguntado se tinha algum conselho a dar aos jovens, respondeu: - Envelheçam.

2 comentários: