.

.

.

.

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

COMO FOI DE NATAL?

Como se não bastasse o circo armado nos cinco continentes para comemorar não sei o quê, ainda temos que tentar responder a esta pergunta estranha e irrespondível. Como foi de Natal? Em geral, eu respondo: - Eu fui de Ônibus. Eu não fui de Natal. 
É duro ouvir esta humanidade que nem sabe falar a sua própria língua. Conhecer a língua materna é obrigação inarredável, apesar do sistema educacional de merda e dos linguistas permissivos e desvairados.
O Natal só é bom porque a gente não trabalha e pode meditar em casa no ar condicionado. No mais, é uma presepada gastrônomica fora do contexto geográfico. É uma palhaçada mística que só agrava as compulsividades consumistas. É a exaltação de uma espiritualidade de araque que não convence nem mesmo o babaca mais fanático.
O Natal dos trópicos vale pelo feriadão, pela ausência de neve e de geada e pelas temperaturas acima de zero. No mais...
Aliás, como passou o Natal? Se perguntarem assim, eu aindo posso responder com um monossílabo.  Mas, como foi de Natal? Além de ser um atentado terrorista à frase, é sádico e ofensivo. Há mais de cinquenta anos que escuto esta pergunta e até hoje não sei em que língua ela é formulada. A propósito, o nível das perguntas que os outros nos fazem é de sentar e chorar à beira do mesmo rio em que Paulo Coelho chorou um dia. É cada pergunta! Por que não fazem perguntas mais relevantes do tipo:
-  Está pensando em se suicidar?
- Como está conseguindo suportar a humanidade nesta sexta-feira?
- Em que patamar se encontra a sua indignação diante dos ladrões que roubam tudo em todo este país?
- E o teu chefe também está roubando?
- Você não acha que o Lula deveria operar as cataratas?
- Que soluções encontrou para a desgraça da condição humana?
- E a tua namorada ejacula ou tem orgasmos múltiplos?
- Como você acha que está se sentindo Che Guevara na sua tumba marxista e revolucionária diante desta amizade absconsa entre Cuba e os imperialistas?
É muito melhor que: - Você acha mesmo que vai chover hoje? ou - Papai Noel já visitou você neste Natal? ou - Tu viu aquele pênalti? P.Q.P.!

Nenhum comentário:

Postar um comentário