.

.

.

.

domingo, 11 de janeiro de 2015

AS TEO-DEPENDÊNCIAS

Noventa por cento dos habitantes deste planetinha são fruto de falha contraceptiva. O que é inadmissível, considerando-se a explosão demográfica. Se eu tivesse cometido alguma falha contraceptiva e do meu erro resultasse um ser humano, a primeira coisa que eu diria à vítima inocente, seria:- Foi mal. Desculpa o mau jeito.
Ninguém aceitaria vir para este planetinha infernal. Ninguém. Conhecendo os fatos e as características desta bola linda e maravilhosa com 7 bilhões de loucos alucinados andando e correndo sobre ela, ninguém aceitaria vir para cá. Senão vejamos os fatos:
Dilma, Obama, bispo Macedo, Fausto Silva, Estado Islâmico, o pessoal do Maomé e suas metralhadoras mortíferas, os Capitalistas Desalmados, os ladrões do petróleo, Brasília, o Ebola e o Heszbollah, a Coréia do Norte, os lugares comuns como "Crescei e multiplicai-vos", os papos metereológicos de segunda-feira, os Aiatolás e o retorno à Idade Média, os Talibãs e a loucura armada, Silas Malafaia e Marcos Feliciano, o comunismo retardado de Cuba, o Putin puto com o Gorbachev, os impostos brasileiros, os malucos do politicamente correto, a hipocrisia e o moralismo protestante, o festival de milagres, o Pelé que não dá bola pra nada nem pra teste de DNA, o Roberto Carlos, agora musculoso que nem ele acredita no amor arruinado que canta, a falta de seriedade dos católicos, a amputação do clitóris pelo pessoal de Maomé, a mentira como corolário, os Workaholics e a incapacidade de relaxar, os pastores evangélicos, a cura gay, os viciados em cerveja, futebol e vulva,  o assassinato do senso de humor, Otávio Mesquita, rei da televisão, João Kléber, star da infidelidade, o BBB19, o cantareira,  a falta d'água e o preço da energia elétrica. Ufa! Cansei! Sabendo disto e de algumas coisas mais, ninguém viria para esta bola doidona.
Para as vítimas da falha contraceptiva, existe um Kit de boas vindas que as espera junto com os recepcionistas planetários, papai e mamãe. Não é lindo?! Papai e mamãe que já integram a loucura geral há muitos anos, não se conformaram com o non-sens da existência e durante décadas foram doutrinados e tiveram os seus cérebros esfregados e lavados com os mantras estapafúrdios que fazem parte do KIT. 
O Kit de boas vindas que compõe o Mega kit educacional tem no seu bojo um elemento crucial: Deus. Ao inventarem Deus e lhe atribuírem mil qualidades e poderes, os Megakiteiros têm argumentos fantasiosos para dar algum sentido à vida do pobre bebê. E o bebê cresce ouvindo esse blá blá blá interminável sobre a divindade única e fica muito confuso, a verdade é essa.
De tanto ser obrigado a ouvir os devaneios dos Megakiteiros, a criança começa a ficar viciada  nas pretensas maravilhas de Jeová. Ninguém fala dessa dependência. Só se fala de crack. Claro que o crack é mais nocivo, mas ser viciado em Jeová não é uma coisa positiva. A história está aí para provar que se trata de um vicío muito perigoso. 
O Jeová consegue dar algum sentido a este manicômio cósmico, mas há muitos efeitos adversos e colaterais. Então, se você não puder evitar, por favor,  Deus só com muita moderação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário