.

.

.

.

quinta-feira, 26 de março de 2015

O EVANGELHO SEGUNDO O CAPITALISMO

 A INDÚSTRIA DO DESESPERO
"O homem feliz não reza." 
Por onde anda o Ministério Público? Deve estar muito ocupado com a gatunagem que assola o país. Talvez por isso os vendedores de milagres ainda não estejam na cadeia. O charlatanismo é praticado a céu aberto e ninguém é indiciado.
No Brasil o charlatanismo é um tipo criminal, assim consagrado pelo artigo 283 do Código Penal Brasileiro, tratando a matéria no capítulo dos Crimes contra a incolumidade pública e não naquele referente às fraudes.
Pela legislação brasileira o charlatanismo é conduta de "Inculcar ou anunciar cura por meio secreto ou infalível". Na exegese do artigo, tem-se a prática como o objetivo doloso - onde há a intenção clara de praticar-se o delito. Inculcar tem o sentido de fazer-se de bom, insinuante; anunciar pode ser feito tanto nos meios de divulgação escritos e verbais, mesmo um simples pregão; secreto quer dizer que os princípios contidos no mecanismo de cura não são explicitados, tal como preconizam os organismos regulamentadores mundiais.
Nota-se que o efeito "cura" não importa: quer a vítima tenha ou não se curado, o charlatão continua incurso no tipo criminal.
O que as igrejas evangélicas praticam no Brasil, não é charlatanismo? Curar câncer, aids, pneumonia dupla, prisão de ventre e qualquer outra doença, com água mineral Minalba, não é charlatanismo? Como se chama isso, então?
É uma ignomínia valer- se do desespero de milhões de pessoas sofridas para ganhar dinheiro. Todos sabem que no desespero não há racionalidade nem bom senso. O desesperado à beira da morte agarra-se instintivamente a qualquer coisa, até ao bispo Macedo para não perecer. O bispo Macedo é a prova inconteste que este planeta é mesmo uma merda. É ele que faz muito sucesso e tem muito dinheiro. A sociedade premia os fora da lei.
Esta prática é uma das maiores excrescências do capitalismo; locupletar-se às custas do desespero alheio. E o pior é que esta conduta hedionda tem o apoio das instituições. Com certeza a bancada evangélica em Brasília impede qualquer ação contra esses criminosos espirituais.
Fico por aqui fechado na minha indignação solitária e morrendo de raiva por não poder mudar o mundo. 

Um comentário:

  1. concordo e discordo....o que importa é que o evangelho seja pregado...uns por inveja outros por ganancia

    ResponderExcluir