.

.

.

.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Seria cômico se não fosse trágico

Além de criar uma série de palavras complicadas e oferecer indenizações milionárias para pessoas que se sentirem ofendidas, esse comportamento tornou-se muito "útil" para desenvolver redações, monografias ou qualquer outro trabalho acadêmico. O politicamente correto, troca palavras simples, claras e curtas por termos longos, rebuscados e obscuros.
Toda pessoa que usar uma linguagem politicamente correta pode passar por sábia diante dos amigos; muitos deles nem irão entender o que ela diz. O politicamente correto é excelente para pessoas que não querem se comunicar com as outras.
Vale lembrar que cada lugar possui seu próprio politicamente correto, por exemplo: em uma academia você pode falar mal dos fast-foods e dos gordos(ou não), mas em uma lanchonete não.
Trocando em miúdos, o politicamente correto nada mais é do que um meio de falar com os  que têm alguma forma de poder sem que eles se irritem muito com você. E em sociedade, todos pretendem ter e  têm alguma forma de poder sobre nós.

7 comentários:

  1. Muito bom!
    Realmente existe um propósito atrás. O de criar Cordeiros. Um povo engessado. Um gado fácil de cancelar.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom!
    Realmente existe um propósito atrás. O de criar Cordeiros. Um povo engessado. Um gado fácil de cancelar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo. Obrigado por comentar. Um abraço

      Excluir
  3. É a nossa máscara que a cada dia parece mais bem modelada.

    ResponderExcluir