.

.

.

.

sábado, 10 de setembro de 2016

O desejo sexual das mulheres

Muitos conflitos têm a sua origem na diferença. O desejo sexual feminino é de uma sofisticação desconcertante. São pouquíssimos os homens capazes de abarcar tamanha complexidade.
Podemos começar pela fisiologia que é crucial. Os 64 nanogramas de testosterona produzidos pelas mulheres nunca poderão ser comparados aos 800 ou mais, produzidos pelos homens. No meu ponto de vista, começa por aí o quiproquó. E nem vou falar do estrogênio que só as mulheres produzem porque dizem que esse é o hormônio da chatice.
Se à fisiologia adicionarmos toda a parafernália cultural que nos cerca, temos os dois elementos desta equação. (A cultura como já disseram por aí, é a nossa segunda natureza.)
No desejo feminino cabe quase tudo. Ela é capaz de erotizar qualquer coisa. Erotiza a inteligência do macho, o poder que ele detem, o dinheiro, o charme, etc. A mulher é a  virtuose do sexo. Ela é que entende do assunto. (Quase não existem sexólogOS. As sexólogAS praticamente monopolizam o mercado da sexologia.) ( Quase tudo o que existe nos porno-shops destina-se às mulheres.) O homem, ao contrário do que se pensa, é um ser muito pouco erótico. O primitivismo do desejo masculino pode levar os homens a situações de pura estupidez sexual. Já uma mulher muito primária nos seus instintos pode ser chamada de puta.
Sabedora do caráter elementar e do estado quase puro do desejo dos homens, as mulheres negociam como ninguém o prazer erótico. 
O desejo feminino custa mais a manifestar-se e para isso também existem razões biológicas, mas quando se manifesta  chega a ser surpreendente para homens educados, doutrinados e acostumados a supor  que eles são os reis do sexo. 
É conhecido o fato de que as mulheres custam mais a ir para a cama, mas uma vez instaladas nesse móvel mítico, de lá não querem mais saír.
É muito difícil para quem tem um brinquedo fácil e que arma muito rápido, entender a preguiça de um brinquedo que por ter tantas firulas deixa de ser brinquedo e passa a parecer uma coisa muito séria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário