.

.

.

.

segunda-feira, 13 de abril de 2015

PROGRAMADOS PARA FERIR

Estão todos armados. Todos os que foram domesticados por esta sociedade de araque, estão armados até os dentes. Temos medo uns dos outros porque suspeitamos do arsenal de cada um.
Só os bebês estão desarmados porque acabaram de chegar ao FRONT. O "status quo" se encarregará de armá-los oportunamente. Com pouquíssimos anos de vida no planetinha já todo mundo está armado
Abraçamos e beijamos os bebês pois sabemos de antemão que eles ainda não foram armados para nos ferir. Todos os outros estão armados e a qualquer momento podem disparar uma bomba em forma de palavras. Por isso não beijamos nem abraçamos qualquer um. Abraçamos e beijamos apenas aqueles que se dispuseram a baixar as armas. E mesmo assim, há muito desencanto. São pouquíssimos os que se desarmam para gostar, amar e ajudar.
Quem está disposto a depor as armas? Ninguém. Se você se desarmar numa sociedade extremamente competitiva e beligerante, você será deglutido por aqueles que erroneamente você chama de semelhantes. 
As armas que constituem o nosso arsenal particular são palavras, preconceitos, ignorância, expressões, posturas e comportamentos que  rasgam sem piedade os véus do nosso íntimo.
Então, diante dos fatos e das evidências, às armas cidadãos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário