.

.

.

.

sexta-feira, 1 de junho de 2018

Gato e sapato

Alguns ficam doidos tentando descobrir o sentido primeiro das expressões idiomáticas e dos provérbios. Não nos passa pela cabeça que muitas das vezes, são  obras de seres muito pouco brilhantes. 
Na expressão " fazer de gato e sapato" só a rima de gato com sapato pode explicar tamanha sandice.
A expressão inteligível deveria ser "fazer de cão e sapato". O cachorro sofre de ansiedade da separação e fica completamente louco diante da solidão. Já o gato, não só gosta da solidão como é feliz sozinho. 
Como maltratar alguém que está muito bem sozinho. Como fazer do gato, sapato? Como? Impossível.
Por analogia, deduzo que só os humanos que são demasiado caninos - e estamos muito mais próximos dos cães como animais gregários - podem ser vilipendiados, humilhados e desprezados pelo grupo.
O ser humano poderia desenvolver um lado que não lhe é próprio; o lado felino. E digo mais, gratuitamente e para todos: um ser humano que tem boas relações com a solidão e que tem a sua libido sob controle, é simplesmente imparável.
P.S.- Nenhuma destas constatações impede minimamente a convivência social.

Nenhum comentário:

Postar um comentário