.

.

.

.

sábado, 4 de janeiro de 2020

Eu não pertenço a este mundo

Eu não pertenço a este mundo de gente carbo hidratada que não diz bom dia nem boa noite. Não pertenço a um mundo de gente que não me vê  e olha patologicamente para uma lanterna acesa que não ilumina nada.
Não pertenço a este mundo de gente punheteira que prefere a obscenidade da arrogância e da estupidez.  
Não pertenço a este mundo de gente que não entende porra nenhuma da arte de viver e virou coach existencial. Não pertenço a um mundo onde todos são brandos e iguais.
Não pertenço a um mundo de estética duvidosa de orelhas alargadas, roupas rasgadas, tatuagens e ferros no focinho. Eu não pertenço a um mundo de pessoas irrequietas, tristes e retardadas que riem  compulsivamente para uma platéia fantasiosa e falsa.
Eu não pertenço a um mundo de gente que não lê, que me obriga a mutilar a minha criatividade e me faz parar por aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário