.

.

.

.

quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

O assédio sexual implícito

Uma mulher que se apresenta em público praticamente desnuda está assediando sexualmente. Isto até acontece em ambientes ditos formais.
Ninguém fala desta forma sutil de assédio sexual que eu denomino assédio implícito, sabendo-se  que a intenção sedutora é explícita.
É óbvio que ela é dona do seu corpo e faz dele o que bem entender. Em contrapartida, o homem, grande produtor de testosterona, não tem acesso, nem consegue controlar as centenas de nanogramas do hormônio que produz independentemente da sua vontade. Que fique claro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário