.

.

.

.

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

PROJETO ROBINSON

Pode ser que o passar dos anos te ofereça a dádiva de encontrar caminhos próprios. Envelhecer só vale a pena se você conseguir ser mais feliz. Pode ser que o percurso dos outros não sirva para você. Não insista. Nem sempre as trilhas da maioria foram feitas para você. (A "língua" brasileira é tão confusa e rebelde que não sei se te trato por tu ou por você.)
Quando você tiver certeza absoluta que nada nem ninguém te livrará da morte e da solidão, você vai desencadear o seu PROJETO ROBINSON.
Digo para poucos, mas falo para o mundo inteiro. Todos fogem da solidão e da morte. Eu também já fui um fugitivo exemplar. Tudo nos incita a fugir. Ninguém fica parado diante do horror. As artes nos ajudam a fugir. Só falam de amor. O amor romântico é a solução para os que não aguentam as agruras de estar só na Via Láctea. Experimente usufruir da  liberdade e da delícia de estar só na Galáxia.
Fugi tanto que desisti de fugir para me encarar. Tudo o que fazemos é para negar a solidão e a morte. Ernest Becker em "A Negação da Morte" já escreveu exaustivamente sobre o assunto. Tudo nos leva a crer que escapamos da Condição Humana. Imagine você casado com meia dúzia de filhos, é óbvio que você não está só e que os filhos vão te suceder. As evidências da maioria são muito enganosas. Mesmo na fuga do Matrimônio e da Procriação, você está SÓ. É  simples e inelutável, mas exige muita coragem. E você cercado de "amigos" é óbvio que parece você não está só, mas você está completamente Só. MUITÍSSIMA GENTE GANHA RIOS DE DINHEIRO SÓ PORQUE VOCÊ NÃO ACEITA QUE É SÓ.
Quando finalmente você tiver a coragem suficiente para assumir a sua finitude e a sua solidão, você vai fincar os pés nos chão e jogar fora todas a muletas. É neste momento que você executa o seu PROJETO  ROBINSON. Não aceites que te culpabilizem. Tu não tens culpa de nada. Essa estratégia da maioria pode te fragilizar. Não aceites que te culpabilizem.
Claro que você não vai ficar isolado numa ilha, todavia vai preferir viver numa PENÍNSULA. É uma furada viver no Continente. Como você fica em pé sem muletas, você vai poder escolher os seus ISTMOS com calma e critério e não ficar vulnerável à multidão. Para o desavisados qualquer telefonema é um sinal de  que acabou a solidão. Ledíssimo engano. Dela você não escapa.
Atribuimos muito poder aos outros porque o nosso instinto gregário nos trai. Os outros não têm esse poder todo. Só têm o poder de nos iludir que a solidão acabou. A religião também não tem esse poder todo. Só nos proporciona a ilusão que a morte será mais suave porque somos amigos do "dono da vida e da morte. "
Aceite docemente a sua difícil situação. Faça as pazes com os enigmas dos Universos e não dependa de nada nem de ninguém para sorrir  do absurdo de existir nestas condições.

Nenhum comentário:

Postar um comentário