.

.

.

.

quinta-feira, 7 de maio de 2015

A ATUALIZAÇÃO DO PECADO

ESTE MUNDO JÁ ESTÁ FICANDO CHATO DEMAIS.
Até já acho que o pecado quer nos abandonar, porém, nós adoramos o pecado. Não abandonamos a noção de pecado por nada deste mundo ou do além. O pecado é uma das formas mais eficazes de controle.
No hebraico e no grego comum, pecado tem o sentido de errar, de não atingir o alvo. Em latim, "peccatú" é a desobediência à vontade de Deus. Tenho certeza que Deus é uma invenção de homens que se valeram Dele para dar mais credibilidade e força àquilo que queriam impor aos outros.
A história da humanidade é uma cangorra de imposição e submissão. Quando isso não ocorre, surgem os conflitos de toda a ordem.
O pecado medievalesco ressurge agora de maneira sutil e subreptícia. Pecar fora do contexto religioso, sempre foi desobedecer a esse deus vago e insondável chamado status quo.
Atualmente pecam gravemente os que não obedecem aos sagrados preceitos do politicamente correto. Gradualmente, instalou-se no planeta, portanto, não se trata de uma seita, uma maneira de falar que não é um simples jargão, mas uma postura solene e quase institucional diante da realidade. O politicamente correto, procura a qualquer preço não reconhecer e não nomear adequadamente os diversos componentes do mundo real. Em outras palavras, o politicamente correto, tenta nos infantilizar para nos controlar com mais facilidade e está tendo muito êxito.
Vivemos a Idade Média tecnológica onde pecam os que não acreditam e por isso não repetem as palavras e expressões do Grande Senhor dos Corretos.
Não se pode mais brincar, rir dos outros, o lúdico perdeu o seu sentido primeiro e a hipocrisia ganhou as ruas. Hoje, todo mundo tem que estar em posição de sentido fingindo respeitar o que nos provoca incontroláveis gargalhadas interiores. 
O politicamente correto não consegue dizer nada porque censura e proíbe as palavras que têm o dom e o poder de dizer. O politicamente correto não tem nenhuma legitimidade. É uma enrolação, um amontoado de palavras artificiais inventadas para esconder a verdade dos fatos, das coisas e das pessoas.
Assim, este mundo já está ficando chato demais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário