.

.

.

.

sábado, 7 de agosto de 2021

Os novos expurgos

Com o advento da discriminação positiva e considerando que o monstro do ser humano está em toda a parte, surgem os novos expurgos da modernidade.
Trata-se de um processo tresloucado e aleatório que visa limpar o planeta eliminando sumariamente os diferentes.
Temos todos que viver o suplício no inferno do igual. Quem não gostar de transexuais está condenado à execração pública. Todos têm que gostar exatamente das mesmas coisas e pessoas.
Quem não gostar de anões, estará cometendo o pior crime de que se tem notícia na história da humanidade.
Essa minoria ruidosa que quer depurar tudo, inclusive o passado, faz muito alarido, mas não tem representatividade.
O pior é que essa minoria com o apoio das redes sociais e com esse discurso falso e inútil só tem a credibilidade de quem grita mais alto.
Na terceira década do século 21 o barulho é ensurdecedor e os resultados concretos não aparecem no horizonte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário