.

.

.

.

sábado, 3 de outubro de 2020

A autofagia egóica

A despeito dos hipócritas, dos mentirosos, das fraudes ambulantes e dos perdidos, um ego bem nutrido é imprescindível nestes tempos tenebrosos.
Só não espere que alguém alimente o seu ego. Ninguém, absolutamente ninguém, vai colocar uma azeitona murcha na sua empada carente. No extremo, aprenda a "gaver" o seu ego. A "gavage" do seu ego é a melhor defesa.
Nesta época asquerosa, alimente o seu ego como se alimentam os gansos para produzir foie gras. É uma medida terrível e terminal. Mas já que insistem no hiper-narcisismo patológico, não lhes dê a outra face. Faça como eles e melhor que eles.

Nenhum comentário:

Postar um comentário